Sunday, September 25, 2011

Nem tudo são flores

Estou apaixonada por Londres, não é segredo. Porém, nem tudo é perfeito. Já que falei tanto das experiências bacanas vividas por aqui, chegou a hora de mostrar que não estou morando num paraíso, hehe.

1. No Brasil, meus ex-colegas de trabalho não me deixam mentir, eu bebia baldes diários de café. Aqui quase não tomo, tenho optado pelo chá. Motivo: ainda não consegui achar filtro para coar meu café, pode? Nem de papel, nem de pano. Já procurei em todos os supermercados perto da minhas casa e algumas lojinhas. Poderia comprar o café instantâneo, muito consumido por aqui, mas eu não gosto desse tipo. Então, na terra da rainha, por enquanto troquei o café pelo chá.

Chá de frutas com ervas chinesas.

2. A cerveja é muito cara nos bares e clubs. Outro dia pagamos £4.20 (quase R$12 hoje) por uma long neck. Minha libra não é capim! Para beber mais honestamente o pub é a melhor opção. Naqueles que eu fui (tanto em lugares turísticos, quanto em bairros mais afastados) os preços variavam, mas nunca cheguei a pagar  mais de £3 £4 numa pint (568ml).

Pint num Pub!

3. O transporte funciona bem por aqui. Com o metrô é possível se locomover rapidamente pela cidade inteira. Há inúmeras estações espalhadas por Londres. Acho que depois dos pubs, o que mais tem aqui é estação de metrô, rs. Porém, a gente paga caro por isso. Os preços variam dependendo do seu destino (quanto mais longe você quiser ir, mais caro vai pagar), do horário (hora do rush tem preço mais alto) e do tipo de bilhete (unitário, diário, semanal). Aqui eu gasto por semana o que em BH eu gastava em um mês...
Covent Garden Station
4. Muitas vezes tenho que me apertar no ônibus para dar espaço a pessoas que entram empurrando carrinho de bebê. Aqui é muito comum pegar ônibus com carrinhos enormes cheios de crianças e tranqueiras dentro. Até aí, tudo bem, existe espaço reservado para essas pessoas. O ruim é que na maioria das vezes (maioria mesmo!) não são bebês que estão nos carrinhos, mas crianças de 5 ou 6 anos. Imaginem isso! Por que uma criança dessa idade não pode andar? Aff.


Por enquanto é isso... vou desmascarando a cidade e contando aqui.

Friday, September 16, 2011

Mais um pouquinho daqui...

Último dia do meu curso de Academic English. Essas quatro semanas voaram! Aulas todos os dias, muita tarefa para fazer em casa, provas, trabalhos para entregar... ufa! Hoje recebi meus resuldos. Big well done!

Semana que vem tenho uma folga... :) E na semana seguinte, participarei do Welcome Programme da London Metropolitan University. É a semana em que os estudantes fazem a matrícula para os cursos, e a universidade provome várias atividades para os futuros alunos: falam sobre o que eles oferecem, a apresentação da biblioteca, palestras de alguns setores, festas (!), e por aí vai. As aulas do mestrado só começam mesmo dia 03 de outubro. Por enquanto estou só na expectativa (ou ansiedade) de saber meus horários, conhecer meus professores, colegas de sala...

E Londres continua linda e agitada. O final do verão está deixando a cidade mais fria, mas o sol aparece praticamente todos os dias. Chuva de vez em quando, afinal é Londres!

Nesses últimos dias a vida social andou movimentada! Bares, disco, jogo, festival...

Eu e Fábio fomos assistir ao jogo Brasil x Gana do estádio do Fulham. Nunca tinha ido a um jogo da seleção, achei ótimo! Ambas as torcidas muito animadas! Pena que o resultado tenha sido tão mixuruca.






Conhecemos dois lugares bacanas em Camden Market (já falei desse mercado aqui).




The Cuban!
O primeiro deles foi o The Cuban, um bar cubano delicioso e com muita música latina. Foi sugestão da Giorgia, uma amiga italiana que levou mais umas quatro amigas dela da Itália com a gente. Foi muito divertido, os italianos são ótimos, muito parecidos com os brasileiros na receptividade.









Proud! O Andres é o da guitarra.
E para comemorar o fim das aulas fomos ao Proud Camden, uma disco com vários ambientes, música eletrônica e bandas ao vivo. A banda do meu colega Andres tocou lá, e nós fomos conferir.










Fomos também ao Thames Festival. Muitas barraquinhas de comida, artesanato, brincadeiras para as crianças. No verão os melhores programas são estes ao ar livre. No próximo fim de semana vamos a mais dois festivais! Estamos aproveitando o fim do verão, pois quando o frio chegar será mais difícil se divertir num parque.


Reparem na Tower Bridge lá no fundo... Linda ela.

Falando em parque, conheci o Regent's Park, um dos maiores de Londres. Fomos aproveitar o sol para fazer picnic lá. Enquanto estávamos no parque um casal de noivos apareceu para tirar fotos, rs.

Picnic no verão!

Os noivinhos.

Essa temporada em Londres está sendo ainda melhor do que eu imaginava...

Sunday, September 04, 2011

Markets!

Nesses 20 dias que estamos em Londres, conhecemos três mercados muito bacanas: Borough Market, Camden Market e Portobello Market. Eu adoro um mercado, então aproveitei muito!!

No dia do meu aniversário fomos  conhecer o Borough Market. Na verdade, fomos para a Tower Bridge, e enquanto passeávamos pelas ruas da região, descobrimos o mercado sem querer. Ótima descoberta. Lá é enorme, cheio de barraquinhas e de gente. O foco desse mercado é a gastronomia.

Provamos o doce frances Canelle
 
A gente encontrou barracas que vendiam produtos de vários países: Alemanha, Itália, França, Índia, Espanha, Polônia, Brasil! Eram azeites, queijos, doces, patês, carnes, pães... E a gente podia degustar tudo! Na foto abaixo eu estava experimentando os azeites. Eu e Fábio também experimentamos vários queijos, hummm. Lá também eram preparadas comidas para comer na hora, e tinha de tudo também. Eu e Fábio resolvemos experimentar um cachorro quente de Frankfurt (salsicha alemã vai muito bem no cachorro quente!). O legal é que é tudo fresco, e a maioria dos produtos são feitos pelos donos das barracas. Esse mercado existe desde 1014! Visita obrigatória em Londres para quem é apaixonado por comida...
Todo tipo de comida no mercado
Degustação de azeite, Ipa!



















E quem gosta de moda e tem estilo não pode deixar de ir ao Camden Market. O mercado ficou famoso no fim dos anos 70 com o movimento punk na Inglaterra. Hoje é um lugar super alternativo, onde é possível encontrar todo tipo de gente. Todo tipo de gente mesmo. Isso é uma das coisas mais legais lá. Ao assistir as pessoas irem e virem, você percebe que o mundo é muito diverso. Viva!



Lá vende de tudo um pouco, mas as roupas e acessórios são mais marcantes. E o preço é bom! As decoração de várias lojas é bacanérrima, pena que não é permitido tirar fotos na maioria delas... Vocês terão que vir a Londres para conhecer, hehe.



É um programão mesmo para quem não é de comprar muito. Vale a pela passear pelas lojas, ver estampas diferentes, ver gente alternativa, parar em um dos bares lá dentro para tomar uma cerveja ou comer em uma das diversas barracas. Nós fomos de tacos mexicanos e... Heineken!


Pausa para uma cervejinha.

Este é o caminho (muito estiloso) para os banheiros

E conheci também nesse fim de semana o Portobello Market. Fica em Notting Hill, um bairro muito charmoso de Londres. Esse mercado vende roupas, discos, quadros, etc, mas é famoso mesmo pelas antiguidades. Há muitos objetos raros, bonitos e valiosos a venda. Isso atrai pessoas do mundo todo para lá.

Uma das barracas com quinquilharias, quer dizer, antiguidades.
As barracas do mercado são montadas ao longo da Portobello Road. Eu e Fábio não temos tanto interesse em antiguidades, mas adoramos o mercado. Combina muito com Notting Hill, e guarda uma parte gastronômica muito apetitosa! Nós experimentamos churros com chocolate quente na barraca de uns espanhóis.
 
Barracas dos dois lados da Portobelo Road
Quando eu descobrir outros mercado bacanas, compartilho aqui!