Tuesday, January 17, 2012

#2 The most 10 things that I like about London

Uma coisa muito legal por aqui é o cuidado das pessoas com o tratamento ao próximo. É claro que existem algumas excecoes, mas no geral o pessoal é muito educado.

É um tal de “Primeiro voce” pra cá, “Olá, como voce está?” pra lá e excessivos “Desculpe-me” para todo e qualquer contato (intencional ou nao, seja causado ou sofrido). As vezes parece ate meio forcado.




Só pra deixar isso mais claro, segue aí um exemplo: semana passada precisei chamar meu gerente lá na sala dele pra mostrar uma tarefa que estava na minha sala e, no meio do caminho eu vacilei e chutei uma lixeira que acabou esbarrando nele. Nós dois soltamos um “sorry!” ao mesmo tempo. E esse nao é um caso isolado nao... voces conhecem a Nic e sabem que ela anda pelas ruas esbarrando em todo mundo. E a todo momento alguem pede desculpa pela falta de coordenacao motora da minha linda.

E isso é contagioso. Eu vejo que os próprios imigrantes mudam seu comportamento ao chegar aqui. Uma coisa que se aprende rapido é, a todo “sim” ou um “nao” a ser dito para alguém, dizer da seguinte maneira: “No, thanks!” e “Yes, please!”





Pra quem nao sabe, eu ja morei em Londres em 2004-2005. Em certa ocasiao, eu ja havia voltado ao Brasil e estava caminhando com meu amigo Joao Paulo. De repente ele se virou e falou pra mim: “Cara, deixa de ser submisso! Voce precisa se impor mais!” (isso aconteceu porque eu parava pra ele passar antes de mim em situacoes que só caberia uma pessoa). Bem, isso era a visao dele. Eu sorri e nem me importei com o comentário.

Eu e Nicole estivemos recentemente na Escócia e Pais de Gales e observamos bem essa presteza do pessoal. Em Glasgow, por exemplo, nós estavamos dentro de um pub bem quentinho e do lado de fora estava aproximadamente 7°C. Estávamos nos preparando pra sair, mas nao sabíamos como chegar até um certo museu. Levantei e fui interromper a conversa de dois nativos para pedir a informacao. Um deles entao largou a cerveja e me chamou pra ir lá fora pra mostrar as direcoes. Fiquei até sem graca, pois nao queria incomodar daquele jeito. Ele me mostrou, agradeci e fomos embora.

Definitivamente isso é uma das grandes coisas que gosto aqui...

Alguem ai também já teve alguma experiencia parecida? Compartilhem com a gente!



Beijos e abracos!




p.s. nao tive paciencia para acentuar o texto todo... desculpem-me.

Monday, January 16, 2012

Ano novo, casa nova!

Quando eu e Fábio chegamos em Londres, tínhamos consciência de que não poderíamos gastar muito no começo por causa de toda incerteza financeira. Afinal, chegamos sem emprego garantido aqui. Então escolhemos alugar apenas um quarto em uma casa. É bem comum as pessoas dividirem moradia por aqui. Nós passamos por volta de 4 meses nessa casa na Green Lanes. Dividimos cozinha e banheiro com pessoas bacanas, ou estranhas, ou chatas, ou interessantes... conhecemos gente de todo tipo que ia chegando e saindo da casa. Foi bom, experiência que eu nunca tinha vivido antes.

Porém, nosso objetivo era encontrar um lugar só nosso assim que a situação se estabilizasse. Como o Fábio encontrou um emprego bacana, e a essa altura já sabemos direitinho quais os nossos gastos mensais, finalmente pudemos pensar em mudar para um flat. No dia em que começamos a procurar, encontramos! Marcamos a visita, gostamos e pegamos!

Agora moramos num lugar com a nossa cozinha, nosso banheiro, nosso espaço! Só nosso. Claro que não se compara ao nosso apartamento no Santa Efigênia em BH (apartamento de 3 quartos aqui é um luxo só para pessoas com muita grana!). Mas sempre achei aquele apê em BH grande demais...

Nosso flat não tem divisão de cômodos (apenas o banheiro, óbvio). Então a mini cozinha e a cama ficam no mesmo espaço. Aliás, esse tipo de acomodação é muito popular por aqui.
Estamos muito felizes com a mudança. É pertinho de onde morávamos antes, uma região que adoramos. Abaixo estão as fotos do nosso novo cantinho na Turnpike Lane. Entrem e fiquem à vontade!

Chegamos e jogamos tudo no flat.

Bagunça!

Nosso mini banheiro! E nossa mini cozinha, onde o Fábio já fez um risoto delicioso pra gente comemorar a casa nova. :)





Nossa cama. É uma bunk bed, ótima para termos mais espaço!



Espaço para estudos e mesinha de jantar. :)




Pequenininho se comparado aos imóveis no Brasil, mas para os padroes londrinos de moradia, está excelente. Pra mim e pro Fábio também!

Wednesday, January 04, 2012

#1 The most 10 things that I like about London


Inicialmente eu pensei em escrever este post sobre os motoristas de onibus daqui. Sim, parece ideia sem pé nem cabeça, mas é algo que me chama atenção. Todo dia eu vejo um motorista de onibus diferente do anterior. Hoje mesmo eu peguei um onibus de manhã que era uma oriental bem pequenininha (infelizmente não sei reconhecer de qual país exatamente). Ontem fui pro trabalho guiado por um rastafari e, ao voltar pra casa, o motorista era um italiano (sei disso porque precisamos trocar de ônibus no caminho e ele quase que pegou na nossa mão pra mostrar o procedimento, e sei disso tambem porque aquele sotaque dele é carregadíssimo). E o inglês de alguns nem é muito claro... Enfim, cada dia vejo mais motoristas com as mais diversas origens.

Essa é a primeira das coisas que gosto muito nessa cidade: as mais diferentes pessoas convivendo quase sempre em uma maravilhosa harmonia, respeitando o individualismo de cada um. Eu costumo brincar que ninguém te olha torto se voce sair na rua de pijamas de bolinha com botas até o joelho. O pessoal tem, além de muito estilo, pouca frescura no quesito “o que será que as pessoas irão falar de mim ao me verem vestido assim?

Semana passada peguei o metrô com uma garota que usava uma touquinha imitação de urso. E a touquinha tinha uma “extensão” para as mãos. Observamos depois que as lojas andam vendendo isso. Era mais ou menos assim:

Sean Lennon e a namorada.

Nao é legalzinha?

Sunday, January 01, 2012

Happy New Year!

E como foi nossa virada de ano?!

Minha ideia inicial era ir para o centro de Londres assistir aos fogos. Em Westminster, área onde fica a London Eye e Big Ben, a queima de fogos é um espetáculo. Já tinha visto pela TV, mas queria ver ao vivo. Porém, não sou a única. Como milhares de pessoas querem passar a virada do ano lá, a região fica lo-ta-da. Para conseguir um bom lugar é necessário chegar bem cedo, umas 17h! Então você tem que ir pra lá munido de comida, água e espumante e esperar até meia noite. Lembrando que é inverno aqui, então a espera é no frio mesmo. E conforme as horas passam, vai chegando mais gente, e fica impossível se movimentar, então se você quiser usar o banheiro, por exemplo, é quase impossível. Mesmo com todos esses contras, estava disposta a ir para assistir o show de fogos ao vivo. Porém, o Fábio, super racional, me convenceu de que este seria um programa de índio, e decidimos não ir. Mas querem saber, hoje vi as filmagens dos fogos, achei tão lindo que ano que vem eu vou! Se alguém quiser ver está aqui

Tirei da cabeça a loucura de ir ao centro de Londres, para ir para o parque de Primrose Hill. Fica bem no alto, de lá é possível ter uma vista linda de Westminster, e de Londres no geral. A foto abaixo foi tirada há uns meses quando fomos nesse parque, assim vocês têm uma ideia da visão.



Chegamos lá às 22h com nossa ceia: um vinho, uma cava, Pringles e sanduiches. Já tinha bastante gente, mas nada insuportável. Escolhemos um bom lugar, colocamos uma colcha de retalhos feita pela Arlete no chão (com plástico por baixo, pois tinha chovido e tinha muito barro por lá), espalhamos nossas coisas e estávamos prontos! 
Enquanto esperávamos tomando nosso vinho, pegamos duas chuvas. :\ Chuvinha boba, mas que deu pra molhar um pouquinho. A gente tinha sombrinha, casaco impermeável, vinho espanhol delicioso e muito bom humor, então seguramos a onda com chuva e tudo!

E valeu a pena! Como a gente tinha vista para a cidade toda, assistimos aos fogos da cidade toda! Tínhamos uma vista panorâmica, e íamos acompanhando os fogos de várias partes de Londres, inclusive os da London Eye e Big Ben. Foi maravilhoso!!

E não temos fotos! Levamos nossa câmera, mas quando fomos tirar a primeira foto veio o aviso de que não havia cartão de memória. Pois é, chegamos de viagem no dia anterior, fomos descarregar as fotos e esquecemos o cartão no computador. :( Achei péssimo, porque adoro fotografar esses momentos todos, por outro lado, a gente curtiu os fogos sem se preocupar em tirar fotos boas, bem leve mesmo... Tentei usar meu celular para fotografar, mas a câmera não é boa e não tem flash. Seguem as fotos que tirei com ele.
Na espera por 2012!
Nossa cava deliciosa.
Já em 2012!

Feliz 2012!!

UK Tour

Fala, minha gente!

Decidimos que eu deveria escrever sobre nossa viagem de fim de ano. E dessa vez, nada de muito blá  blá  blá... Vou apenas comentando algumas fotos (para amplia-las, basta um clique sobre a foto desejada):

LONDRES - GLASGOW
Saimos de casa direto pra Escócia na noite de sexta-feira 23/Dez
Glasgow no inicio do dia
Belo cemiterio (soa estranho isso?)

Cansadinha no museu
Pelas ruas da cidade

Cerveja de gengibre! 












GLASGOW - EDIMBURGO
Outra maravilhosa cidade da Escócia. Chegamos na noite de 24/Dez



Nic e seus adoraveis banquinhos
Meu mestre, Maxwell.

Pausa para "dancinha"
Em frente ao castelo de Edimburgo

Poser! rs
Edinburgh


Ceia de vespera de natal

Ela viu que eu tinha chocolate na mao


Nic at the National Monument



Linda!
Mais linda ainda!






EDIMBURGO - BIRMINGHAM
Segunda maior cidade da Inglaterra. Chegamos lá no dia 26/Dez, quase meia-noite.



B'man durante a noite
B'man na manha seguinte

Bem moderna!

That was really cold!
Curtindo um solzinho gostoso

Isn't she lovely?
Lindo parque
Minha modelo favorita!

Um kebab sempre salva a noite
Nic loira!




BIRMINGHAM - CARDIFF
Chegamos na linda capital do País de Gales no dia 27/Dez.


Cardiff durante a noite
Como treinar um dragao?


Castelo de Cardiff 
Love!
Essa lareira é famosa!
Antes de entrar no castelo

Museu da vida Galesa
Museu da vida Galesa

Linda
Curtindo o inverno






Museu da vida Galesa 
Forte!

CARDIFF - BRISTOL
Chegamos na ultima cidade de destino no dia 29/Dez.


Perto do hotel
Art Gallery

Canal bem charmoso
Isn't she wonderful?


Banksy

Legalzinha demais!
Banksy

Brinquedinho da Nic

Occupy Everywhere 





Depois disso tudo voltamos pra Londres. E dessa vez nem podemos dizer que foi doloroso voltar da viagem, pois já até estávamos com saudades daqui da capital...

Beijos e abracos a todos!