Tuesday, January 17, 2012

#2 The most 10 things that I like about London

Uma coisa muito legal por aqui é o cuidado das pessoas com o tratamento ao próximo. É claro que existem algumas excecoes, mas no geral o pessoal é muito educado.

É um tal de “Primeiro voce” pra cá, “Olá, como voce está?” pra lá e excessivos “Desculpe-me” para todo e qualquer contato (intencional ou nao, seja causado ou sofrido). As vezes parece ate meio forcado.




Só pra deixar isso mais claro, segue aí um exemplo: semana passada precisei chamar meu gerente lá na sala dele pra mostrar uma tarefa que estava na minha sala e, no meio do caminho eu vacilei e chutei uma lixeira que acabou esbarrando nele. Nós dois soltamos um “sorry!” ao mesmo tempo. E esse nao é um caso isolado nao... voces conhecem a Nic e sabem que ela anda pelas ruas esbarrando em todo mundo. E a todo momento alguem pede desculpa pela falta de coordenacao motora da minha linda.

E isso é contagioso. Eu vejo que os próprios imigrantes mudam seu comportamento ao chegar aqui. Uma coisa que se aprende rapido é, a todo “sim” ou um “nao” a ser dito para alguém, dizer da seguinte maneira: “No, thanks!” e “Yes, please!”





Pra quem nao sabe, eu ja morei em Londres em 2004-2005. Em certa ocasiao, eu ja havia voltado ao Brasil e estava caminhando com meu amigo Joao Paulo. De repente ele se virou e falou pra mim: “Cara, deixa de ser submisso! Voce precisa se impor mais!” (isso aconteceu porque eu parava pra ele passar antes de mim em situacoes que só caberia uma pessoa). Bem, isso era a visao dele. Eu sorri e nem me importei com o comentário.

Eu e Nicole estivemos recentemente na Escócia e Pais de Gales e observamos bem essa presteza do pessoal. Em Glasgow, por exemplo, nós estavamos dentro de um pub bem quentinho e do lado de fora estava aproximadamente 7°C. Estávamos nos preparando pra sair, mas nao sabíamos como chegar até um certo museu. Levantei e fui interromper a conversa de dois nativos para pedir a informacao. Um deles entao largou a cerveja e me chamou pra ir lá fora pra mostrar as direcoes. Fiquei até sem graca, pois nao queria incomodar daquele jeito. Ele me mostrou, agradeci e fomos embora.

Definitivamente isso é uma das grandes coisas que gosto aqui...

Alguem ai também já teve alguma experiencia parecida? Compartilhem com a gente!



Beijos e abracos!




p.s. nao tive paciencia para acentuar o texto todo... desculpem-me.

3 comments:

  1. Nossa Fábio, se você considera que falta coordenação motora na Nic, eu então sou completamente desprovida de tal. Dá prá providenciar uma plaquinha escrito "sorry", ou uma etiqueta prá eu pregar na testa para quando estiver caminhando por aí? Beijos

    ReplyDelete
  2. Acho isso bem bacana viu Fábio.

    Acho legal essa educação e repeito do povo inglês. Penso que a maioria de nós brasileiros herdou a cultura do levar vantagem em tudo, e por aqui, isso acaba influenciando negativamente em atitudes simples como você citou. Não é submissão, e sim educação.

    ReplyDelete
  3. Mary, já vamos fazer a plaquinha "sorry" para voce! :D

    Leo, concordo demais com voce. Beijao!

    ReplyDelete