Friday, February 01, 2013

Ain't no mountain high enough...

Chamonix! Fomos para lá ver o Mont Blanc de perto. Trata-se da montanha mais alta da Europa Ocidental, fica na fronteira entre França e Itália. 
O Mont Blanc é dividido entre a França e Itália.
Sabíamos que a partir da cidade de Chamonix poderíamos pegar um teleférico e usufruir de uma boa vista do Mont Blanc e de todas as montanhas ao redor. Então lá fomos nós! 

As passagens de trem Grenoble-Chamonix estavam com um preço nada convidativo. Então decidimos procurar um meio alternativo de chegar lá. Usamos o Covoiturage, uma opção econômica e sustentável. Funciona assim: um motorista que vai viajar para algum lugar publica no site para onde vai, quando vai, quantos lugares sobrando existem no carro e o preço para quem quiser uma carona. Eu e Fábio queríamos carona para Chamonix e, após um pesquisa no site, vimos que o Emmanuel estava indo para lá. Ele iria no sábado de manhã e voltaria no domingo à tarde, então conseguimos carona para ida e volta. Ele cobrou 18€ de cada pelos trajetos, o que foi ótimo comparados aos 80€ que pagaríamos por pessoa se fôssemos de trem. Bom demais, né?!

Nem bem chegamos e já fomos para um passeio que havíamos reservado: uma caminhada na neve! Estava querendo fazer uma caminhada assim há tempos... Tivemos que usar raquettes (uma espécie de "sapato para neve") e bastões para ajudar na locomoção. Vejam as raquettes.
Foram umas duas horas caminhando na neve, passando por lugares lindos, se exercitando, descendo, subindo, aprendendo os truques para caminhar bem naquele ambiente, e vivendo uma expêriencia nova e excitante. Éramos um grupo de 8 pessoas conduzido por uma guia da Compagnie des Guides de Chamonix. Amei e quero fazer muitas outras caminhadas com raquettes. :D  

Nossa guia! Muito simpática e sabia tudo dali.


No domingo foi o dia de ver o pico do Mont Blanc de perto. Pegamos o teleférico Aiguille du Midi para subir a quase 4000m de altitude! O preço dessa brincadeira é alto: 50€! Cada! Acho muito caro para meu bolso, mas nós estávamos lá, queríamos subir, sabíamos que era o tipo de passeio imperdível, então era pegar ou largar. Pegamos. 

Partimos no teleférico umas 9h30 junto com um monte de esquiadores. Que adrenalina deve ser descer esquiando de montanhas tão altas!!
Olhem os esquidores aí...

A subida (e depois a descida) é feita em duas partes. Há uma primeira parada em um ponto menos alto. Lá não tem muita coisa, mas tem um bar. Estava fechado naquele domingo.

Quando chegamos lá no alto, a exatamente 3842m de altitude, havia neblina cobrindo grande parte da vista. Foi um pouco decepcionante, então ficamos na torcida para o tempo abrir logo. E foi abrindo, e abrindo... e foi nos impressionando... Lindo demais!!! A vista é maravilhosa. Será que as fotos conseguem mostrar?




O topo, topo mesmo do Mont Blanc, esta meio encoberto...
Faz muito frio! Se você estiver pensando em ir, agasalhe-se bastante, não é brincadeira. E óculos escuros também são fundamentais para apreciar a vista de forma mais confortável. 

Era incrível ver os esquiadores partindo lá do alto, mura emoção para eles. É super perigoso, tem que ser esquiador experiente para se aventurar assim. Havia uma placa avisando para ter muito cuidado, pois não havia segurança, nem resgate, nem controle de avalanche, etc, e uma frase que poderia ser tupinicamente traduzida assim, "é por sua conta e risco".
Corajosos ou loucos?!
Alerta de perigo.
Quanto à cidade de Chamonix, é bonitinha e charmosa... Ficamos hospedados no albergue da juventude, que não fica exatamente no centro da cidade, mas também não é muito longe. E os ônibus são gratuitos para quem se hospeda lá. :) Vale a pena, pois ficar hospedado nos hotéis centrais de Chamonix em época de altíssima estação é um luxo! 

Usamos carona e albergue, mas deixar de viajar, jamais!

1 comment:

  1. Amigos,

    vcs fazem muita falta por aqui... Estamos aguardando ansiosamente a visita prometida para este mês. Quando vcs chegam?

    abção,

    Rafael

    ReplyDelete