Sunday, May 05, 2013

Estudar na França - Parte 1/2


Salut!

Como eu havia prometido, isto aqui é sobre minha experiencia profissional/academica na França. E tudo que falarei aqui faz parte apenas da minha experiencia pessoal e de algumas coisas que estou aprendendo no caminho com pessoas ao meu redor. Para aqueles que nao sabem, eu sou engenheiro eletricista e possuo mestrado em modelagem matematica e computacional.
Ilustracao de Thais Ibanez
A minha experiencia pode ser um pouco diferente das experiencias de outros doutorandos brasileiros que estiveram ou que ainda estao aqui na França. O meu doutorado terá uma duração de três anos e nao tem nenhum vinculo com qualquer instituiçao brasileira. Encontrei esta oportunidade anunciada na internet através de minha propria busca, sem indicaçao prévia de ninguém. Bem, eu estou dizendo isso para incentivar aqueles que tem vontade de ter uma experiencia fora do Brasil e que poderiam pensar que sem  uma boa indicaçao tudo seria impossivel. Nao, nao é impossivel. Entao largue as desculpinhas de lado e go google it!

Para aqueles que dizem que um doutorado fora do Brasil custa muito caro, saibam que nem todo lugar é assim. Na França, por exemplo, os doutorados sao gratuitos e, alem disso, sao feitos somente com bolsas. Aqui na França (e eu sei que na Inglaterra tambem é assim) é comum encontrar estes anuncios de doutorado com tema super especifico. Isso pode ser um ponto negativo para uns, mas para outros isto é visto como um ponto positivo.

Fiz meu mestrado no Brasil e, portanto, jà tive alguma experiencia academica tupiniquim. Sei que estes doutorados ‘encomendados’ sao mais raros em universidades brasileiras. Corrijam-me se eu estiver errado, mas no Brasil geralmente fazemos um projeto de pesquisa de acordo com nossas vontades (porém, adaptado às experiencias do futuro orientador), mas a pesquisa final muitas vezes nao tem nada a ver com o projeto de pesquisa inicial. Entao deve-se ter cuidado em dizer que prefere ter liberdade para escolher a propria pesquisa. Bem, no meu caso encontrei uma vaga de doutorado que nao era perfeitinha para mim, mas eu possuia os pre-requisitos necessarios. A minha pesquisa dizia que eu iria investigar X e agora estou realmente estudando X. Entao, no fim das contas, para mim este doutorado ‘encomendado’ nao é um má ideia, pois tive desde o começo uma boa noçao do esforço necessario para a pesquisa.


Para aqueles que poderiam pensar que para estudar na França é necessario falar frances, deem uma pausa agora nessa leitura e leiam este post do Kiev para verem que nao é bem assim. E posso falar da minha propria experiencia tambem, pois a minha vaga estava anunciada em lingua francesa (Modélisation numérique avancées pour la prédiction des courants dans les dispositifs CMOS ultimes sur film minces et nanofils) e mesmo assim eu entrei em contato com o responsavel pelo anuncio. E olha ai o resultado : me contrataram em ingles e vou escrever e defender minha tese em ingles. No meu caso, o ingles foi necessario, mas jà conheci um brasileiro que chegou por aqui para fazer parte da graduçao sabendo apenas portugues e uma venezuelana que chegou para fazer o doutorado sabendo apenas espanhol. Claro que agora esses dois precisarão de esforço extra para aprender o frances ao mesmo tempo em que aprendem todo o resto. Sao casos incomuns, mas quero mostrar que nada é impossivel.    
Voce tem um plano? Se joga! 
Ask me, I won't say no. How could I?


No proximo post eu irei escrever sobre as curiosidades especificas da minha pesquisa.

A+

4 comments:

  1. Muito boa postagem ! pedimos permissão para publica-la no site (extra blog, uma vez que vocês ja fazem parte na pagina "blogs").

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pode sim, claro! Deixem o link para o nosso blog na publicaçao tambem, ok?

      Delete
    2. Fábio!!! Adorei o post! Além de esclarecedor, ele é bem animador! Amei suas palavras de incentivo! Sucesso para vcs sempre, sei o quanto são batalhadores e merecedores de vitórias!!!
      Beijão,

      Ju

      Delete
  2. Boa tarde Fabio, estamos fazendo uma compilação do artigo, envio o link quando estiver pronto, obrigada !

    ReplyDelete