Thursday, July 23, 2015

Férias: Sardenha e Córsega!


Verão no hemisfério norte bomba! Sabe como é, quando a gente passa por invernos bem frios passa a dar valor a um calorão. :D E aonde fomos passar férias e aproveitar as altas temperaturas??? Sardenha e Córsega!!! São duas ilhas que faziam parte da nossa lista de desejos. Quando eu e Fábio passamos um mês rodando pela Itália, não pudemos conhecer a Sardenha. Não deu tempo e o nosso foco não era praia. Então, deixamos para um dia na vida... E este dia chegou! Quanto à Córsega, a vontade surgiu na época em que trabalhei numa empresa de fotografia em Grenoble. Às vezes eu tinha que passar o dia vendo álbum de fotos das pessoas e daí me deparava com umas maravilhosas da Córsega. E falei com o Fábio: a gente TEM que ir um dia. E este dia chegou! Como uma ilha é bem perto da outra, resolvemos alugar um carro e viajar pelo norte da Sardenha e sul da Córsega.



Compramos uma passagem de avião para Olbia, na Sardenha e lá alugamos um carro. Passeamos pelas Costa Esmeralda, onde há praias maravilhosas e, de quebra, umas estradas bonitas e floridas no caminho até elas... Também visitamos a Ilha Maddalena, su-per lin-da.






Depois pegamos um ferry para fazer a travessia para a Córsega. Fomos com carro e tudo, por isso o preço pode ficar salgadinho, mas para quem vai sem carro compensa mais. E lá conhecemos as praias maravilhosas de Palombaggia, Santa Giulia, Rondinara e Villata. Detalhe que esta última era uma praia naturista. Foi nossa primeira vez e achei muito engraçado. A gente fica ali peladão, todo mundo peladão ao nosso lado, ninguém nem aí pro outro, uma liberdade... Mas eu só pensava: estou nua, putz, estou nua aqui na frente de todo mundo, rsrsrs... 

E fomos também nas ilhas Lavezzi, lugar paradisíaco super isolado. Não havia sequer onde comprar uma água, fomos avisados a levar tudo o que precisávamos. Lá só tinha água do mar, areia e umas trilhas incríveis para fazer.




Depois voltamos para a Sardenha para passear um pouco pela costa oeste. Não é tão linda quanto a leste, mas fomos a uma praia que foi a que mais gostei: La Pelosa. Deslumbrante!





Amei a viagem, são duas ilhas fantásticas. Lá estão praias das mais lindas pelas quais passei na vida! E, pasmem, não vi nenhum brasileiro a viagem toda! Quer dizer, pelo menos não ouvi ninguém falando português. Isto é meio raro acontecer, pois estamos em toda parte, hehe. Amigos brasileiros, coloquem na "wish list" de vocês. Vale muito a pena.

Só tive uma inquietação na viagem: os vendedores ambulantes nas praias que ganhavam a vida vendendo chapéu, canga, colar, etc. Todos africanos, suando debaixo daquele sol intenso e aguentando temperatura de 40 graus carregando um mundo de produtos. Eu ficava ali olhando para eles e me perguntando quem eram, onde moravam, de que país vieram... Mais de uma vez ficamos na parte da praia onde eles escolhiam como ponto de descanso. E ficavam ali sentados, às vezes conversando em uma língua que eu não conhecia, às vezes em silêncio olhando para o nada... No que será que estavam pensando? Queria ter conversado com algum deles, saber o que os levaram até ali, mas o máximo de interação que aconteceu foi o Dante sorrir para eles e eles sorrirem de volta. Pensei naqueles navios que naufragaram, aqueles que levavam centenas de imigrantes da África para a Itália. Fiquei me interrogando se poderiam ser parentes ou amigos de algum deles indo buscar uma vida melhor... 

Este post terminou meio triste, mas é que eu preciso me lembrar que minhas férias foram incríveis, só que eu não estava no paraíso. Algumas coisas precisam mudar para ser um paraíso de verdade. 

1 comment: